Twitter

CUT MS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > NO DIA DO ANIVERSÁRIO DA CAIXA, BANCÁRIOS PROTESTAM EM DEFESA DO BANCO 100% PÚBLICO

No dia do aniversário da Caixa, bancários protestam em defesa do banco 100% público

12/01/2018

SEEB/CG na luta em Campo Grande

Escrito por: Assessoria SEEB/CG

Nesta sexta-feira, dia 12 de janeiro, quando a Caixa Econômica Federal completa 157 anos de fundação, os bancários de todo país participaram do Dia Nacional de Luta por melhores condições de trabalho e em defesa do banco 100% público.

 

Em Campo Grande, os diretores do Sindicato dos Bancários de Campo Grande-MS e Região se reuniram em frente à agência da Caixa, localizada na Rua Barão do Rio Branco, e distribuíram uma carta informativa para população. Aos funcionários do banco, foi entregue, ainda, uma cartilha sobre a importância de defender a Caixa como patrimônio público. Para aproveitar a fila do banco e chamar atenção dos clientes para a relevância social da instituição financeira, atores apresentaram ao público uma “Intervenção com Perna de Pau”.

 

A Caixa é responsável por cerca de 70% dos financiamentos habitacionais no país. Também assume a execução de programas do governo, como Minha Casa, Minha Vida, Fies e Bolsa Família.

 

“Estamos aqui para comemorar os 157 anos da Caixa, uma instituição financeira muito importante para o desenvolvimento econômico do país, mas também para chamar a atenção da população e fazer a conscientização sobre a importância de manter ao banco 100% público. Com as demissões causadas pelo PDVE (Programa de Desligamento Voluntário Extraordinário), o serviço bancário é precarizado, pois não há novas contratações para conseguir atender a grande demanda da Caixa. Isso acaba prejudicando também os clientes e os bancários que ficam sobrecarregados”, afirmou o presidente do sindicato, Edvaldo Barros.

 

Nos nove primeiros meses de 2017, o lucro da Caixa foi de R$ 6,2 bilhões, um crescimento de 84,5% na comparação com o mesmo período de 2016. Em contrapartida, segundo pesquisa da Contraf-CUT e do Dieese, entre janeiro e novembro de 2017, o banco foi responsável pelo fechamento de 6.878 postos de trabalho, em função das duas fases do Programa de Desligamento Voluntário Extraordinário (PDVE) da instituição.

 

“A Caixa é um banco lucrativo e atua em vários segmentos do mercado, tem produtos e serviços de qualidade e um bom resultado financeiro. De certa forma, o lucro das operações da Caixa retorna para a sociedade através dos repasses que o banco faz ao governo, além das políticas públicas para a população de baixa renda que tem menos acesso aos serviços bancários. É importante que a Caixa continue 100% pública para que ela continue atuando, não só em operações comerciais, mas também com aqueles produtos e serviços bancários que possuem um menor retorno financeiro, mas que tem um grande retorno social”, ressaltou o secretário de Esportes e Lazer e bancário da Caixa, Jadir Fragas.

 

Veja o vídeo gravado pelo sindicato neste link. 

https://www.facebook.com/seebcg/videos/2042329792670722/

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
Tutorial: Saiba como participar da campanha pela anulação da Reforma Trabalhista
Tutorial: Saiba como participar da campanha pela anulação da Reforma Trabalhista

#AnulaReforma

RÁDIO CUT
INSTITUCIONAL
SECRETARIAS
ESTRUTURA

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES DO MATO GROSSO DO SUL
Travessa Coronel Edgarde Gomes, 49 | São Tomé | CEP 79002-339 | Campo Grande | MS
Fone: (55 67) 3325.9406 / 3325.8378 | www.cut-ms.org.br | e-mail: cutms.ms@hotmail.com